Algarve, a praia de Portugal!

654a4891-f069-49b3-ae91-c74f54bd63b21

Parte II

Não poderia falar do Algarve, sem contar de alguns pontos turísticos que são destaque lá e que considero que você, mesmo com pouco tempo, não pode deixar de ver:

Ponta da Piedade

A ponta é um monumento natural turístico, na região da cidade de Lagos, composta de várias formações rochosas, tipo falésias com até 20 metros de altura que fazem a festa de fotógrafos de turismo. A melhor forma de visitar a Ponta da Piedade, é de barco, que você pode contratar na marina de Lagos. Existem várias empresas turísticas que fazem os passeios no mar ao redor de Lagos, nós contratamos a Days of Adventure, com o Ronaldo, um brasileiro muito simpático que vive em Lagos, e foi super prestativo explicando tudo que precisávamos saber. Se você precisar de orientações e dicas, procure-o na loja da empresa no centro histórico de Lagos.

A Days of Adventure é uma empresa séria e profissional, e você não vai se arrepender.
Contratamos com o Ronaldo o passeio na Ponta da Piedade de 1 hrs, em barco lento e fomos nos deslumbrar com as falésias. Impossível não se impressionar pelo cenário do mar azul intenso cortando as falésias clarinhas, desenhando grutas, cavando túneis e dando abrigo a tantas aves marinhas. Vale cada centavo. Você pode e deve também ver a Ponta da Piedade da terra, principalmente na região do farol que é onde vai conseguir as melhores fotos.

Gruta Benagil

São muitas as grutas criadas pela erosão marítima na costa do Algarve, e você tem a oportunidade de conhecer muitas delas, mas Benagil é a maior e a que mais simboliza o Algarve nas fotografias da região.  Compramos o passeio para conhece-la, também com o Ronaldo da Days of Adventure, e saímos de Lagos em um barco rápido para um passeio de 2 horas.  Navegamos por 30 minutos até a gruta, visitamos Benagil e várias outras grutas, e voltamos em 30 minutos.  Foi o máximo! Benagil não decepciona nem as mais altas expectativas, é imensa! Fica tão pertinho de uma praia, que alguns nadam até ela, mas a gruta só é acessível por mar. E minha dica, é para fazer o passeio pela manhã, quando o mar estiver bem calmo e você puder apreciar a gruta e toda a sua beleza, porque com o mar agitado, fica mais difícil.

Pôr do Sol no Cabo de São Vicente

Essa dica foi também do Ronaldo, e é necessário carro para chegar no lá. No fim de tarde, da mesma forma como fizemos em Lisboa, fomos de carro em direção a Sagres e Cabo de São Vicente. Se você chegar perto das 18 hrs, passe antes pela fortaleza de Sagres, que merece uma visita e de onde você vai fazer lindas fotos do Cabo S Vicente que fica pertinho. Depois pegue a estrada para o cabo, é fácil e pode ser visto de Sagres. Arranje um lugar para estacionar e aproveite para ver o lindo farol que fica na “esquina do Continente Europeu”. Da ponta do Cabo, você olha a direita o oceano Atlântico e a sua esquerda o mar Mediterrâneo.

O lugar é lindo! Natureza bruta, com o mar batendo nas rochas, e o sol se deitando nele. O espetáculo tem uma plateia enorme. Alguns levam vinho e toalhas para esperar com calma, muitas máquinas com lentes enormes, e todos emocionados com o espetáculo da natureza. Você senta e aprecia com calma, porque essa é uma das lições e quando o sol vermelho afunda nas águas do oceano azul, o público aplaude agradecido.
Atenção dica do Ronaldo: leve casaco! Mesmo que esteja muito quente em Lagos ou outras cidades, porque na “esquina do mundo” venta muito e faz muito frio! Graças ao Ronaldo, não passei frio, mas vi muita gente “batendo queixo” e outras desistindo!

img_2410

Como você já deve ter percebido, para conhecer o Algarve, é necessário carro. Nós alugamos em Lisboa, mas você pode ir até Faro, a capital, e alugar um carro lá mesmo. Inclusive existe aeroporto em Faro, então é possível fazer Lisboa/Faro voando e alugar um carro lá.
Além desses destaques lindíssimos, visitamos muitas cidades e vilas no Algarve, e são todas encantadoras. Em 1 semana ou 10 dias, vai ser necessário escolher algumas, então vou somente citar as que eu achei particularmente interessantes, além de Lagos que vai ganhar um post: Albufeira, Portimão, Carvoeiro, Tavira e Vilamoura.  Cada uma delas tem seu encanto e segredos. Em todas você se alimenta bem e barato, procurando bem, e em todas você será muito bem recebido.

As praias do Algarve são cinematográficas, embora sem muita extensão de areia, o mar convida à prática de esportes e ao dolce far niente, coisa que os jovens europeus não fazem muito.
A região estava a muito tempo em nossos planos, e não nos decepcionamos.  Principalmente ficamos muito felizes de ter ido em setembro, porque o Algarve em julho e agosto fica lotado!

Se você como nós, estiver interessado em conhecer a região, maio e setembro são os melhores meses. Você vai pegar um calorzinho e muitos turistas mas nada que atrapalhe. E a simpatia dos moradores, a beleza do litoral e a delícia da sua gastronomia, ainda estarão lá, e com certeza vão te encantar!
Bye

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s