Veneza, a cidade mais romântica do mundo!

8c9e3ade-931e-4aae-9d8b-017e6b7294f9

Sim, vou falar de Veneza de novo! Não consigo evitar, amigo leitor!
Como vocês já sabem, acabei de voltar de uma viajem à Alemanha e França, e obviamente que vou ainda escrever muitos posts à respeito do que conheci e de algumas cidades que revi, mas “roubei” uns dias pra voltar à Veneza, por pura paixão, e não poderia deixar de compartilhar com vocês.

c991ceaa-c59e-4a15-b876-ab6ac374b472

Desta vez, aprendi uma coisa muito legal: se você como eu está vindo de outro destino, ou fazendo conexão para ir a Veneza, é possível e muito oportuno você guardar parte da sua bagagem no aeroporto da sua conexão.
Vou explicar melhor: vocês já devem saber que Veneza é uma cidade difícil de andar com malas. Tudo lá, dificulta, as ruazinhas que são quase becos, com piso irregular, transporte aquático onde você precisa embarcar e desembarcar suas malas, enfim, muita bagagem e Veneza não combinam.
Mas se você vem de uma viagem mais longa, e sua bagagem não está digamos, muito enxuta, é possível você guardar parte dela pra chegar em Veneza com menos dificuldade.
Nós, estávamos vindo da Alemanha e no aeroporto de Frankfurt, pegaríamos um voo pra Veneza e descobri na internet que havia no aeroporto esse serviço de guardar bagagem, então, ainda na Alemanha eu reorganizei minha bagagem de maneira que eu levasse pra Veneza somente 1 mala, e a outra nós guardamos no aeroporto.
Não é difícil de achar, fica no andar abaixo da área do check in da Lufthansa. É só perguntar, que as pessoas te informam. Chegando lá, você deixa sua mala, eles entregam um comprovante que você apresenta na volta, paga e retira sua mala. Custa  8  Euros por dia/por mala.  Esse serviço existe na maioria dos aeroportos da Europa.  Dica preciosa pra quem vai a Veneza.
Então agora vamos voltar a falar da minha amada Veneza.

d48f5faf-998b-483b-afbd-430b9a70c5b9

Me falta vocabulário pra descrever o encantamento que tenho pela cidade. Eu me sinto uma pessoa mais leve em Veneza. Me sinto em casa, e curto cada cantinho, cada canal, cada restaurante minúsculo, com mesinha amontoadas nos becos e comida deliciosa.

74e63ad6-c938-4fac-932e-816a087ab762

Impossível não passar muitas vezes pela Piazza São Marcos, assistir os turistas embasbacados com tanta beleza e se emocionar como na primeira vez.

10e3638b-b0b8-4113-b044-cb1f16da87f0

Mas normalmente, costumo “fugir” das lojas e restaurante que ficam nas proximidades da Piazza. Os preços que “rodeiam” a Piazza S Marcos são absurdos. Então, pegue um mapa da cidade e perca-se no labirinto das suas ruas descobrindo restaurantes e lojas que são verdadeiros “achados”.

5a6ac60d-9a1f-4b88-9ffa-63c9865a26fc

Nesta minha quinta vez em Veneza,  gostaria de falar do Hotel Flora que é uma das razões de eu me sentir em casa na cidade.

O Flora é um hotel de puro charme. Situado em um casarão antigo e superbem conservado por seus também charmosos proprietários, o Flora tem uma localização perfeita. Pertinho da Piazza S. Marco a ponto de você conseguir escutar os sinos da Basilica de Sta Maria dela Salute, a localização é perfeita para explorar Veneza caminhando e até voltar para descansar um pouquinho quando necessário. O hotel tem um jardim interno onde é servido o café da manhã fresquíssimo e delicioso.

A decoração é toda de época, com muito bom gosto e sobriedade. Não é baratinho é verdade, como tudo em Veneza, mas vale cada centavo investido.

img_1357

Também gostaria de falar do museu Peggy Guggenheim que conheci desta vez. Penso que o museu, é uma atração super interessante se não for a sua primeira vez na cidade, porque se for sua estreia na cidade, esqueça museu, e mergulhe nas atrações mais famosas como a Basílica, o Campanário, o Palazzo dos Dodges, a ponte dos suspiros, passeio de gôndola, a ponte do Rialto e tudo mais que você sonha fazer em Veneza.

Como não era minha primeira vez na cidade, fui conhecer o Peggy Guggenheim e foi uma agradável surpresa! O museu fica no casarão onde morava Peggy uma colecionadora de obras primas. O acervo é maravilhoso com Picassos lindos, e esculturas maravilhosas. Tudo isso num palazzo lindo a beira do Grande Canal e um jardim exuberante com uma vista linda da cidade.

Além do hotel, dessa vez gostaria de recomendar dois restaurantes tipo “imperdíveis “ na cidade: o Ristorante  La Feluca e o Ristorante da Cherubino. Comida ótima, a preços razoáveis o que é raro em Veneza. Experimentei os dois e adorei. Não vou passar o endereço, porque isso seria inútil aqui. A melhor maneira de acha-los no labirinto da cidade, é jogar os nomes na internet e pedir para a recepção do seu hotel, mostrar no mapa como acha-los. Não são difíceis de achar, nem longe da Piazza S Marco e garanto que vale à pena.

img_1465

 Já escrevi alguns posts sobre Veneza, inclusive com dicas práticas pra ajudar você a “se virar” nessa cidade tão peculiar mas se você ainda tiver dúvidas, não hesite em entrar em contato.

Desta vez, ficamos 3 dias na cidade, tempo suficiente pra matarmos as saudades e prometermos à nós mesmos, voltar o mais breve possível. E esse post é minha maneira de demonstrar todo o meu amor à cidade, então amigo leitor, sonhe, planeje e vá conhecer Veneza!

img_1451

Bye!

4 comentários sobre “Veneza, a cidade mais romântica do mundo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s