Farol de Santa Marta, pertinho de casa!

c63bc955-a039-4f2d-af5a-848ddb7a4a45

Vocês já sabem da minha fascinação por faróis e sabem também que não perco oportunidade de conhecê-los. Num post que escrevi sobre os faróis do Maine, USA, recebi uma sugestão de um leitor faroleiro para visitar o farol de Santa Marta e claro, aproveitei a chance.
Pois bem, o Farol de Santa Marta, fica perto da cidade de Laguna, no Cabo de santa Marta, nas proximidades de uma vila de pescadores.

O caminho mais fácil é passando pelo centro de Laguna, aproveite para visitar o centro antigo, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, cheio de referências à Anita Garibaldi figura icônica na cidade.
Aqui um adendo:  me desculpem os leitores não catarinenses, por eu não me prolongar muito sobre a cidade, mas para nós catarinenses, é um assunto muito conhecido.

Pois bem, continuando no caminho do farol, é necessário passar pelo centro histórico de Laguna e seguir as placas que indicam Farol de Santa Marta. Logo você chegará à lagoa de Santo Antônio  cuja travessia é feita por balsa.  A lagoa tem saída para o mar e é onde frequentemente os pescadores jogam tarrafas com os golfinhos. Você já deve ter visto na TV, reportagens que mostram como os pescadores esperam que os botos ou golfinhos “empurrem” os peixes para perto das suas tarrafas.
Atravessando a lagoa, do outro lado você encontra uma rodovia asfaltada (nova) que leva ao farol distante 15 km.

laguna-farol-santa-marta-001-750x375

O farol de Santa Marta fica em cima de um cabo de mesmo nome que separa a praia do Cardoso, linda e extensa e a Prainha, como o nome diz, pequena, onde há uma vila de pescadores.

3cb76b75-c50d-48e7-8f83-b1d02c7dbf47

O farol, pertence a Marinha do Brasil, que infelizmente não permite visitação interna, mas é possível visita-lo ao redor de dia ( a noite é proibido) e vale à pena mesmo assim.

A estrutura antiga, foi projetada por franceses e construída em 1891, com óleo de baleia. Aliás, é o maior farol do mundo feito com óleo de baleia, com 29 metros de altura, projeta luz a 46 milhas náuticas ( perto de 85 Km). Considerado um dos maiores do mundo.
O cabo onde foi assentado o farol, é uma ponta que avança no mar, desenhando cenários tão dramáticos quanto bonitos.

Você vai precisar estacionar perto da entrada da área do farol, onde há um portão grande fechado e acessar por um portãozinho lateral que é difícil ver de longe. Mas não desanime, vale à pena!
Perto do farol há uma área de Sambaquis, uma zona arqueológica compostas ( a grosso modo)  de pequenos montes de conchas e outros materiais calcários construídas pelos primeiros povos que habitaram a região.

faeff7_6cdf3f5ab18a415a803dbddb3bb322e3~mv2.png

Na pequena vila da Prainha, há um pouco de infraestrutura com pousadas rusticas e alguns restaurantes de pescados. Tudo muito simples e rústico.
Se você quiser comer ótimos frutos do mar, estique até a praia do mar grosso em Laguna, na volta e procure o restaurante Arrastão. Aí sim, é garantido que você vai comer super bem!

Se você planeja conhecer o Farol de Santa Marta, preste atenção no Climatempo, e procure ir quando tiver sol e céu azul, porque vento e chuva, não é a condição ideal para conhecer um farol. Nós fomos num dia de sol e você tinha razão, Roberito Lorenzoni, o farol é lindo mesmo!
Bye!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s