Florença, a capital do renascentismo!

Parte III

0b3992cb-76a2-4f86-9b11-7fab8d0a090b

Agora vamos falar de Florença, como gostam os italianos, para quem nunca foi ou ouviu falar dela ou da Toscana. Talvez você não tenha mais de 2 dias para visita-la, então vai ter que ficar no básico, né? Nós já visitamos Florença algumas vezes e sempre achamos “coisas diferentes” pra conhecer, mas se você tiver 3 dias, já é possível conhecer o “basicão” e mais um pouquinho.

6012548073_5bc01d0bde_b
Firenze é uma cidade única. Nenhuma outra cidade italiana tem a mesma riqueza histórica e cultural espalhada por suas ruas. Abriga 30% dos tesouros artísticos da humanidade, segundo a Unesco, logo dá pra entender porque sempre tive receio de falar sobre ela. Mas agora que me empolguei, vamos em frente.
Falando em “basicão”, vamos à uma listinha do que você não pode perder:

Galeria Uffizi

tour-a-piedi-di-firenze-visita-alla-galleria-degli-uffizi-e-alla-galleria-dell-accademia

Um museu enorme que costuma ter filas igualmente enormes. Recheado de obras primas, principalmente de artistas renascentistas que tem salas especialmente dedicadas a eles como: Leonardo da Vinci, Rafael e Botticelli. E artistas mundiais como: Michelangelo, Tiziano, e Rubens. A Galeria não abre às segundas. Eu devo confessar que na minha primeira vez em Florença, eu “passei” a Uffizi e não me arrependi. A gente dispunha de pouco tempo para cidade, e a fila na Uffizi previa nossa entrada para 3 hrs, ( sim, eles tem previsão de qto tempo você levará para entrar, considerando o ponto da fila em que está) fora o tempo que gastaríamos para a visita, então escolhemos deixar pra próxima vez.

Complexo monumental do Palazzo Piti e Jardim Bobóli

8efe07f3-6fb9-4a17-bdca-73f687d8780e-1

Já falamos sobre eles, no post sobre a família Médici.

Galeria dell’ Academia

galeria-academia-florencia-200217.original

Outro museu recheado de obras de artistas famosos, e onde você pode ver a original estátua de Davi de Michelangelo. Também não abre às segundas e costuma ter filas enormes. Esse também nós “passamos” na primeira visita à Firenze. Porque como já falei, tínhamos pouco tempo e já tínhamos visto a estátua de Davi ( uma cópia) nas ruas da cidade.

O Palazzo Vecchio

piazza-della-signoria

 O edifício mais importante da cidade que é a sede da Câmara Municipal, era era o centro do governo na época da Família Médici.

Duomo

A Catedral  Santa Maria del Fiore, é deslumbrante e inevitável na sua primeira visita à cidade. Sua famosa cúpula que aparece em todas as fotografias da cidade foi construída pelo arquiteto onipresente arquiteto Brunelleschi  é mesmo incrível e pode visitada. A nave tem arquitetura riquíssima que representa bem o poder que tinha a cidade, mas infelizmente está sempre lotada de turistas o que dificulta muito.  E o Campanário, que  só pra variar é também uma obra prima de Giotto.

Ponte Vecchio

ponte-vecchio-florenu00e7a-italia

Sobre o rio Arno, é também figurinha carimbada nas fotos de Florença. Sempre lotada de turistas, a ponte mais antiga da cidade também foi a única que sobreviveu aos bombardeios da II guerra e é famosa pelas lojas de ouro.

Piazza dela Signoria

Praça onde situa-se o Palazzo Vecchio, e onde tem uma das cópias de Davi de Michelangelo.

Basilica di San Lorenzo
Era a igreja privada dos Médici e uma das mais ricas da cidade. Já falamos dela no post sobre os Medici.

Basilica de Santa Croce
Falamos dela no post anterior

Piazzalle Michelangelo no por do sol

217de5d7-805d-4e88-9d31-d24a76d05254-4

Fica numa colina nos arredores da cidade, e tem uma vista “matadora” de Florença. Costuma ter muitos jovens no fim de tarde.

Compras em Florença.

mercato-centrale-florenu00e7a

Florença não é uma cidade barata, mas é perfeita para artigos diferenciados. Moda, comida, e decoração estão presentes em cada esquina. Nas vias Tornabuoni e Calzaiuoli, você encontra as lojas mais incríveis, já para as comidinhas irresistíveis há o Mercado de San Lorenza e de Sant’ Ambrogio. E os semanais de Le Cascine e Porcelino.
O centro turístico de Florença é pequeno e é possível e fácil percorre-lo à pé! Nós ficamos em um hotel mais distante e fomos ao centro de carro. É achar um estacionamento, largar o carro e “bater pernas”. Mas obviamente, se você quiser ficar na “muvuca”, vai poder aproveitar mais, e também pagar muito.
Enfim, vou para ( por enquanto) de falar sobre Florença. Acho que já consegui dar uma ideia à você, amigo leitor, do que vai encontrar nessa cidade nessa incrível cidade.

Florença é cultura, arte, história, moda e gastronomia, mas o que mais emociona é o romantismo!
Bye!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s