O mágico Mont Saint Michel!

Mont saint michel in france

Uma das atrações mais visitadas na França, o Mont Saint Michel que fica na costa,  entre a Bretanha e a Normandia, é geograficamente uma rocha onde foi construída uma abadia dedicada a São Michel Arcanjo.

Hand-Luggage-Only-17

Mas isso é só geografia, e não diz absolutamente nada sobre os mistérios e a beleza da casa do arcanjo Miguel. Até porque, além da linda vila que rodeia a abadia, o que mais atrai turistas para a região, é o fenômeno das marés vivas que transformam o monte rapidamente em uma ilha. É o máximo.
Você já deve ter visto fotos do Mont Saint Michel, como monte e como ilha, é muito interessante e foi atrás desse fenômeno que fomos à muito tempo atrás, perto de 2005 e claro que de lá pra cá, as coisas mudaram muito.

Nossas fotos, tiveram que ser escaneadas,( porque naquele tempo as máquinas usavam filme) e os acessos ao monte melhoraram muito, mas a magia é a mesma.
As mares vivas, que transformam o monte em ilha, ocorrem em maior frequência no verão e na primavera. Ela sobe por cerca de 15 metros e se afasta/aproxima por cerca de 15 km da costa. É fantástico!

Eu já comentei sobre o fenômeno da variação das marés no post sobre a Normandia, foi uma das coisas que mais me surpreendeu na região, mas no Mont Saint Michel, que é um pouco afastado da costa, o fenômeno fica mais evidente transformando-o hora em monte, hora em ilha.
Se você quiser observar a variação das marés ( marés vivas), deve consultar a tábua das marés no site oficial do Mont Saint Michel, planejar sua viagem de acordo com as indicações e com pelo menos 1 pernoite na região. Porque a maré alta, que chega rapidamente à 10 km/hr, acontece no fim do dia.
Durante o dia ela recua, transformando a região ao redor do monte numa grande bacia que pode ser visitada em tours de 2 hrs até 1 dia e podem ser contratadas  ( na internet) com guias especializados. Não vá sozinho, porque a bacia é um terreno perigoso inclusive com areias movediças.

normandia-monte-saint-michel

Quando eu estive no monte, era possível estacionar o carro bem perto da porta de acesso ao monte, e claro ouvir todas as recomendações para voltar à tempo de tirar o carro antes da maré chegar, hoje em dia, isso não é mais possível. Construíram um grande acesso, e um estacionamento maior ainda que fica a 2,5 km da porta de entrada. Você deixa o carro lá e toma um ônibus no estacionamento que leva até a porta de entrada. Ficou mais tranquilo, pelo menos você não fica no fim de tarde preocupado em voltar logo pra não perder o carro na maré alta.
Então, agora que já falamos das marés, vamos ao monte que muitos pensam se tratar de um castelo ou uma fortaleza. O Mont Saint Michel é uma vila medieval que cresceu ao redor da abadia construída no topo dedicada ao arcanjo Miguel. A entrada à vila é grátis, mas paga pra visitar a abadia e ATENÇÃO : você compra a entrada pra abadia ( EUR 9) lá embaixo na entrada da vila no escritório de turismo, onde existem também mapas da região com todas as indicações.

A vila, toda amuralhada resistiu a muitas guerras, e já foi inclusive prisão, mas foi tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade em 1979 e transformou-se em uma das atrações turísticas mais visitadas da França.

O Mont Saint Michel impressiona pela grandiosidade e é possível vê-lo de longe, quando se está chegando. E ele vai crescendo no horizonte a tal ponto que quando você está aos seus pés, é impossível não parar por alguns minutos deslumbrado com sua visão. Não se sinta culpado, todos ficam parados por algum tempo, deslumbrados com sua imponência.  Aliás, esse é o melhor programa no monte, a observação! É incrível e parece um cenário de filme medieval.
Bom, o monte é íngreme e não é de fácil acesso para quem tem dificuldade de locomoção. São ladeiras e escadarias bem inclinadas e não há elevadores ou qualquer facilidades. Prepare-se com um bom calçado, de preferência tênis, e reserve tempo para subir com calma, porque vai valer à pena!

A avenida principal da vila, a Grande Rue é a passagem obrigatória para os turistas que desejam subir à abadia no topo do vilarejo. No caminho existem muitas lojinhas de souvenires, restaurantes e pequenos museus. Os caramelos salgados e biscoitos, típicos da região, são vendidos em vários locais também. Existem muitos caminhos alternativos para subir ao topo, não se preocupe muito em se perder, porque todos os caminhos e escadas levam à abadia.

A abadia é a principal atração do monte. Construída pelos beneditinos, é enorme com pelo menos 20 salões de arquiteturas diferentes entre eles, a igreja, o refeitório, a cozinha e o claustro, com um lindo jardim interno rodeado de colunas. A vista lá de cima é indescritível e o pôr do sol, se você estiver lá na hora certa, mais lindo ainda.
Depois de conhecer tudo com calma, é hora de descer, sem pressa, já que você não corre mais o risco de perder seu carro para a maré.

mt-st-michel-map

O Mont Saint Michel fica a cerca de 300km de Paris, e não há trem ou ônibus direto até lá, logo, a melhor forma de conhecê-lo é mesmo de carro. Aproveite que a região ao redor é bastante pitoresca, principalmente a Bretanha, como já contei em posts anteriores, e aposte em um programa diferente. Tenho certeza que vai gostar.

m2-vlies-non-woven-i40756

A casa do Arcanjo Miguel, é incrivelmente linda. O monte parece mágico naquela grande planície, e uma visão inesquecível!
Bye!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s