A desconhecida Puglia!

32779b42-2d98-4b4c-8e3d-026f780b37d4

Todas as vezes que me perguntavam pra onde eu iria na próxima viagem e eu respondia, pra Puglia, logo se seguia: pra onde????
E foi assim mesmo que embarquei para um destino desconhecido da maioria dos brasileiros, com poucas referências mas muita curiosidade.  Ouvi falar sobre a Puglia em um blog que sigo e num programa de culinária de um italiano nascido e apaixonado pela região, e pronto, aguçou minha curiosidade. Pesquisei, estudei, me informei ( como sempre), apresentei pro maridão, que adorou e planejei conhecer a Puglia encaixada numa parceria com o Algarve!

img_4624

Claro que nos apaixonamos pela Puglia! Era inevitável! A região é uma mistura de um litoral dramático com um interior provinciano! E onde provinciano é uma qualidade comum nas cidadezinhas encantadoras com pessoas que ainda se encontram nas praças para conversar e recebem os turistas como visitas importantes.

A Puglia ou Apuglia, fica no sul da Itália, bem no salto da bota, banhada pelo mar Adriático e pelo Jônico. A região é linda e bem peculiar, diferentôna mesmo do resto do país. A culinária  (uma delícia) caracterizada por uma comida mais caseira com massas grão duro ( duro mesmo) e muita mussarela de búfala.
Você não encontra muitos brasileiros por lá, até mesmo os europeus são poucos, mas a região fica lotada de italianos querendo curtir o verão, então julho e agosto são meses muito cheios. Se você tem vontade de conhecer a Puglia, maio, junho, setembro e outubro são os melhores meses.

O estado cuja capital é Bari, é relativamente grande, com cidades pequenas e médias, e a melhor maneira de conhece-lo é de carro, para ter acesso as cidades pequenas que são as mais encantadoras. Mas aí temos um problema: Bari, a cidade mais ao norte da Puglia fica a cerca de 500 km de Roma. Nós alugamos um carro em Roma e enfrentamos 5 horas de viagem, mas eu aconselho pegar um voo para Bari, que tem um aeroporto médio, e lá, alugar um carro para conhecer a região.

Nossa ideia era na ida para a Puglia, passar por Gargano, um parque nacional famoso pelas praias e falésias, mas a idéia não foi legal. Gargano é uma região muito bonita que precisa de dias para visitar, e numa passagem como fizemos, não deu pra ver quase nada e aumentou a viagem pra 8 horas. Roubada!

481740ef-3160-42ac-aabc-eae3bc97e603Alugamos um apartamento pelo www.airbnb.com em Martina Franca, e foi perfeito! Escolhemos a cidade pequena, no interior, pela sua localização central e apesar de ficarmos um pouco distante do famoso litoral da Puglia, ainda pudemos visita-lo e também acessar facilmente outras cidades e atrações da região.
A Puglia tem muitas cidades interessantes, e principalmente cenários maravilhosos, que ocupariam tranquilamente 20 dias de viagem mas como não tínhamos esse tempo disponível, conhecemos o que foi possível em 10 dias, e mesmo assim foi tanta coisa bonita e interessante que conhecemos que vou citar apenas o que achamos imperdível, ok?

 

Ostuni.

ostuni-s1180x560

Comecei por essa pequena comuna italiana de 32 mil hab porque ela seria minha segunda opção para alugar um apê e conhecer a região. Ela é pequena, encantadora, com infraestrutura e central, logo se você vai pra região, considere ficar ali.
Ostuni também chamada de “a cidade branca”, tem um jeitão mediterrâneo, lembrando o sul da Espanha ou algumas cidades da Grécia. Tem ruas de paralelepípedos, muita história e várias influências culturais que podem ser percebidas em qualquer esquina.

A cidade já foi governada por uma mulher, Isabella, de família nobre, que era fã dos renascentistas e proporcionou o charme e a cultura que hoje encantam os turistas, além de obviamente as casinhas caiadas de branco, as muralhas defensivas cercadas de oliveiras até onde a vista alcança.
Na estrada de longe, Ostuni é uma visão encantadora, toda branquinha, no alto de uma colina, mas de perto ela é ainda mais interessante. As casas começaram a ser caiadas quando a cidade foi assolada por uma epidemia, e hoje em dia os moradores mantém a tradição para encantar os turistas. E funciona!

Além da beleza estética, ainda há muito pra ver na cidade : Piazza dela Libertá, com o Obelisco de Sant’Oronzo, Igreja do Espírito Santo, Palazzo Municipalle,  Igreja San Francisco di Assisi,  Piazza dela Catedral e Palazzo Vescovile.  Outro programa divertido é se perder nas ruazinhas que sobem a colina em direção à catedral, entrando nas muitas lojinhas, e escolher num dos muitos restaurantes, o menu que mais lhe der água na boca.

E sabe o que mais me surpreendeu em Ostuni? Foi a única cidade que visitei em que os banheiros públicos estavam destacados no mapa turístico, fáceis de achar, e limpíssimos. Pode parecer estranho, mas quem viaja ou passeia o dia todo, sabe como é importante achar banheiros disponíveis e limpos.
Por tudo isso, Ostuni é imperdível e até candidata a hospedagem. Se você visitar a Puglia, não deixe de pelo menos conhece-la! Ela, é encantadora como uma mulher!
Bye!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s