Peru, um lugar mágico!

8bd976d5-5d45-4831-9f35-254dffa2976e-copia

Descobrimos um país incrível aqui ao lado! Pertinho, de fácil acesso e barato. O Peru é um destino diferente, mas não é fácil. Ta mais pra aventura.
Vou falar das minhas descobertas, principalmente de coisas que descobri lá, e que se soubesse antes, facilitariam bastante a viagem.

Fizemos um roteiro básico: Lima, Cusco, Vale Sagrado e Machu Piccho. Não fomos a Nazca e Lago Titicaca, pois só tínhamos 8 dias.  Se você tiver mais que 8 dias para visitar o Peru, vale a pena incluir Nazca e Titicaca.
Vale à pena ficar em Lima? Simmmm.

4477433e-db7c-4629-8467-91741735f019 - Copia

Lima é uma cidade muito interessante e você vai passar por ela de qualquer jeito, então não fique só no aeroporto, em 2 dias você conhece o mais importante da cidade.

0b0de1c5-e04d-4f19-ac52-80664ce40cf4 - Copia

Depois você pega um voo para Cusco. Outra cidade interessante, mas com uma peculiaridade: a altitude! Gente, são 3400 metros de altitude, e isso pesa pra caramba! Eu reservei 3 dias para Cusco, porque achava que seria melhor ir com calma para adaptação, e foi acertado. Mas se você quiser, pode ficar 2 dias que será suficiente.

IMG_3858

O Vale Sagrado, como diz o nome é um vale que fica no caminho de Machu Piccho, fica mais baixo que Cusco, então você respira melhor e é muito bonito. O vale tem hotéis “classudos” e gastronomia de primeira, mas a não ser que você queira tirar uns dias lá para descansar, o vale é um passeio para no máximo 1 dia. As duas atrações imperdíveis lá, são: Chinchero, uma antiga vila inka que agora é um centro de artesanato (antenção: o melhor lugar para comprar peças de lãs em todo o Peru)  que fica antes do vale sagrado e Ollantaytambo, um vilarejo com ruínas incas muito preservadas e históricas.
Pronto, como eu disse, acabou o Vale Sagrado.
Nós, saímos de Cusco, passeamos pelo Vale Sagrado e dormimos lá, mas não é necessário. Se eu soubesse da viabilidade, depois de passear pelo Vale Sagrado, eu tomaria o trem para Águas Calientes, o povoado abaixo de Machu Piccho.

98839b23-18f4-4a08-a727-5998e258106c - Copia

O trem para Águas, leva 1 hora e um pouco mais e não leva malas.
Repetindo: você não leva malas para Águas Calientes, só bagagens de mão ou mochilas. É possível você levar malas até o Vale Sagrado, mas como geralmente as operadoras de turismo levam os turistas até o vale de vans, onde não cabem malas, normalmente os turistas deixam as malas em Cusco, onde os hotéis já possuem esquema para a guarda.
Então, o esquema é o seguinte: se você vai fazer um bate e volta a Machu Piccho, como é costume, uma mochila é suficiente, mas se você vai dormir em Águas Calientes, o melhor é uma malinha de bordo.
Preciso dizer que vi vários turistas, principalmente americanos, com malas grandes em Águas Calientes. Até perguntei no hotel qual era o esquema para levar tanta bagagem, mas não souberam me dizer. Mas que existe um jeito de levar malas grandes, existe. E de trem, que é o que limita, pois não tem espaço nos vagões para malas. E o único transporte entre o Vale Sagrado e Águas Calientes é o trem.

IMG_3900  Então você chega à Águas Calientes que é o povoado que fica aos pés de Machu Piccho, e apesar de ser somente um amontoado de casinhas ao redor do rio e aos pés da montanha, tem ótimos hotéis e boa comida.

IMG_3927

Dali você toma o ônibus para subir à Machu Piccho ( ou vai à pé, se for corajoso) que leva perto de meia hora montanha à cima.  Na cidadela as visitas são agendadas na compra da entrada antecipadamente, em dois períodos: manhã ou tarde.
Depois do tour guiado ( o melhor), enfrenta a fila para pegar o ônibus para descer.
Alguns detalhes que valem à pena observar:
-O clima em Machu Piccho é instável. É muito alto, e o tempo fecha e abre a todo instante. Vá preparado pra tudo.
-Por causa da instabilidade, agende duas visitas em dias diferentes à cidadela, ou você corre o risco de ir até lá e não ver nada ou não fotografar nada.
– Também por causa da visita em dois dias diferentes, é necessário dormir em Águas Calientes.
-O esquema turístico do país é muito bem estruturado e funciona mesmo, então, a menos que você seja “bicho grilo”, contrate uma operadora. Elas facilitam muito.
Depois de visitar Machu Piccho, você volta com a alma leve e faz todo o caminho de volta, geralmente com um pernoite em Cusco.
Nos próximos posts, vamos detalhar  Lima, Cusco e Machu Picho.
O Peru não era um destino dos meus sonhos, devo confessar, fui conhecer por curiosidade e para acompanhar meu marido que este sim, sonhava conhecer Machu Piccho, e me surpreendi. Gostei mais do país do que poderia supor.
Machu Piccho foi uma experiência diferente e inesquecível, mas a imagem que eu trouxe do Peru, foi a gentileza!

Jamais encontrei um povo tão gentil! Em todos os lugares, e em todos os níveis! Do maleteiro, ao guia mais preparado, os peruanos sabem receber e tratar bem! Vá conhecer nossos vizinhos, você vai adora-los!
Bye!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s