As lavandas, o espetáculo lilás!

2850d653-cebb-47c9-81dd-f606d7ddd9f3

Se você já sonhou com aqueles lindos campos lilases que se espalham por colinas intermináveis, seu destino é a Provence!

Mais especificamente falando, se você sonha conhecer os campos de lavanda, deve planejar sua visita à Provence entre 15 de junho e 15 de julho, porque é esta a época da florada das lavandas. É no começo do verão mediterrâneo, que as lindas flores roxinhas cobrem os campos de cor!

Eu sempre sonhei conhecer os campos de lavanda, então planejamos (maridão e eu), visitar a Provence no fim de junho. Se você me perguntar se vale a pena ir a Provence em outra época, vou dizer que é uma pena! A região é lindíssima, não é à toa que os grandes pintores se apaixonaram por ela, além de ser muito interessante. Tem atrações pra todos os gostos, além de um clima moderado que permite inclusive visita-la no inverno, então, a Provence é um programa para qualquer época, mas é no verão que sua beleza alcança a plenitude.
E é a florada das lavandas que colorem os campos e deslumbram viajantes, então, repito: é uma pena você perder esse espetáculo!
Então, vamos as informações práticas:
A florada é mais ou menos nessa época que mencionei, mas ela depende também de clima, e temperatura. Logo sua floração e colheita, também depende desses fatores. Se você quiser ter a segurança de ver os campos floridos, viaje de 25 de junho à 10 de julho. Em 2017, a colheita começou em 15 de julho, então fique esperto.

img_35591

Outra informação importante é que as lavandas ocorrem em lugares específicos. Elas não ocorrem, por exemplo, no litoral e maioria das plantações estão a uma certa altitude e em solo muito seco.
Eu trouxe um mapa turístico que você consegue no Turism Information, em Aix en Provence, e me desculpem se na foto não aparecer tão bom e informativo como ele na verdade o é, mas achei útil mostra-lo a vocês para melhor orientação.

img_3276-e1531620831468.jpg

Então, no mapa você pode ver onde ficam os campos de lavanda e fica mais fácil “caça-los”. Basicamente, os campos de lavanda situam-se no Plateau de Valensole, perto da cidade de Valensole, e no Parc National de Luberon, perto das cidades de Salt, Gorges e da Abadia de Senanque.  Mas tem um detalhe, as lavandas do Plateau de Valensole, frorescem antes das lavandas do Parc de Luberon, então é provável que dependendo da época que você visitar a Provence, uma região esteja mais florida que outra, ok?

Eu estive na região no final de junho, então o Valensole estava mais florido mas o barato é você pegar o carro pela manhã, e sair caçando os mais lindos campos para tirar suas mais lindas fotos. E nem precisa procurar muito, é só pegar a estrada na direção certa que logo você vai “esbarrar” num lindo campo lilás cheio de turistas como você querendo fazer uma foto inesquecível como você. E os campos são abertos, na beira da estrada. É só parar o carro e se embrenhar pelas colunas roxas a perder de vista, cheinhas de abelhas.

IMG_1548

A exceção é na Abadia de Senanque, onde os monges permitem a visita guiada mas cercaram a plantação de lavandas, impedido que você caminhe pelo meio delas. E é na Abadia aquela foto emblemática que aparece nas revistas.

7417ba00-425d-4c2f-8143-44daefbd5a60

As lavandas tem alturas diferentes em cada lugar. As mais altas batiam no meu quadril, e as mais baixas no joelho e não tenho ideia da causa da diferença, mas posso adiantar que você para o carro no primeiro campo de lavanda que desponta no seu horizonte, e não para mais, porque cada curva traz consigo uma surpresa mais deslumbrante.

Por uma questão de justiça, preciso contar que além das lavandas, a Provence tem também campos de girassóis e de trigo. Também são deslumbrantes. Embora em uma menor quantidade, achei os girassóis muito divertidos porque num mesmo campo, eles podem estar virados para lados diferentes dependendo da posição do sol e foi neles que sentimos falta de um “pau de self”. Tenho tão pouca intimidade com esse apetrecho, que nem sei como se escreve, mas que a altura é importante para as fotos, isso é.

Amei os campos de trigo! Sabe aquela cena no início e no fim do filme gladiadores? Então, você se sente lá, aquele dourado a perder de vista hipnotiza! E tanto os campos de girassóis como os de trigo, estão no Parc de Luberon, e não estão no mapa.

Então, caro amigo leitor, prepare-se para se deslumbrar! Você jamais esquecerá da beleza suave e delicada dos campos de lavanda! Nunca vai haver fotos e ângulos suficientes para retratar tanta beleza. Mas você vai guardar na retina e na alma!
Bye!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s