Cinque Terre, o destino dos sonhos.

CinqueTerre.jpg

A região acidentada na costa da Liguria, é um dos destinos mais populares da Itália e frequentemente está lotado de turistas. As cinco comunas italianas  que fazem parte do Parque Nacional de Cinque Terre,  são Patrimônio da Humanidade pela Unesco e ficam debruçadas sobre o mar  Tirreo formando paisagens de tirar o fôlego.

CinqueTerre-map.png

As cinco comunas são: Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso al mare, mas além delas, as cidades de La Spezia e Porto Venere que ficam respectivamente antes e depois das Terres, merecem uma visita e no casode La Spezia, um outro post.
Então, prepare-se querido leitor, vamos agora e durante algumas semanas, falar das Cinque Terres.
Bom, eu conheci a região em 2004, então muita coisa mudou desde lá, mas posso te passar como sempre, as impressões e experiências que vivi lá e que se mantiveram ao longo do tempo.
Imagino que você já tenho ouvido falar de Cinque Terre, e muito provavelmente sonhe, como muitos turistas, em conhecer essas vilas tão diferentes, então vai precisar saber de algumas peculiaridades.

-Não é possível andar de carro dentro as vilas e isso vai obriga-lo a lindas caminhadas.

-As melhores maneiras de se locomover entre as vilas são barco e/ou trem.

-Manarola, Riomanggiore e Vernazza ficam  em  “ribanceiras” muito inclinadas, ou seja, os hotéis e bares estão no alto e  o mar, lá embaixo e isso quer dizer subir e descer muito.

-Exceto em Monterosso, as Cinque Terres não possuem praia propriamente dita e apesar da água ser azul límpida, as “praias” são somente pedras que servem também de porto.

Dizer que Cinque Terre é uma região linda, é “chover no molhado”, mas além de linda, a região ainda produz um vinho branco delicioso e foccacias inesquecíveis, então prepare-se para deliciar-se.

Alguns turistas preferem conhecer a região num bate-volta, mas aconselho pernoitar pelo menos 1 noite em uma das vilas para ter tempo de curtir bem a região. Se você não quiser ficar nas Terres, pode se hospedar em La Spezia onde existem mais opções (e mais baratas) que fica a 8 minutos de trem.

Cinque-Terre-630x417.jpg

Nós fomos de carro até Riomaggiore, que é a primeira das comunas, conseguimos um hotel com estacionamento e de lá, usamos o trem para acessar as outras vilas.
Meu querido amigo leitor, como você já sabe, tenho o compromisso de sempre falar ou escrever a verdade, ou a minha verdadeira opinião sobre lugares que visitei então preciso te contar que me decepcionei com Cinque Terre.

cinque-terre-passeio-de-barco.jpg

Não permita que isso te desencoraje em conhecer a região, porque não é uma “roubada”, e talvez eu tenha criado muitas expectativas a respeito mas pra mim, aquelas casinhas velhas, decadentes, “penduradas” em ladeiras inclinadíssimas que me obrigaram a subir e descer qual um cabrito, não é exatamente minha ideia de paraíso.

Ao contrário de mim, milhares de turistas, principalmente do tipo “bichos grilos” europeus lotam as ladeiras, hotéis, bares e ruazinhas de Cinque Terre todos os dias principalmente no verão deslumbrados com a paisagem cênica, então talvez você seja um deles.
Nos próximos post vamos falar um pouco de cada uma das vilas.
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s