Como planejar um roteiro de viagem!

3

Então caro amigo leitor, conversando por aí sobre viagens, e esse sempre é um assunto frequente pra mim, tenho observado que as dúvidas em planejar um roteiro são muito comuns e frequentes à muitos viajantes.
-Quantos dias você acha que eu deveria ficar em tal cidade?
-Vale à pena desviar do roteiro pra conhecer aquela cidade?
-Quero conhecer tudo que puder, por onde você acha que devo começar?
-Dá pra ver todas essas cidades?
-O que você acha imperdível na Europa?
-Vou com um grupo de pessoas que querem conhecer diferentes países, como podemos fazer?
Essas são apenas algumas das perguntas que costumo ouvir, então, vou dar algumas dicas que funcionam pra mim, que espero possam ajudar.

1757ad92829f42b

Se você vai viajar em grupo provavelmente vai haver necessidade de “acomodar todos os anseios”. Se vocês vão viajar pra Europa por exemplo, e em teoria tudo é perto lá! Só que não!
Claro que comparada ao Brasil, a Europa não é grande, mas pense assim: é fácil e rápido você ir de Porto Alegre à São Paulo? Obviamente que não. E se você ainda quiser conhecer no caminho Floripa e Curitiba, além de Blumenau e Joinville porque são cidade pequenas e fica fácil? Aí é que a coisa pega. Então, uma viagem de 8 hrs, não é mais feita neste tempo e é assim que você deve pensar quando se desloca na Europa.

roteiro2

E note que nem falei em distâncias continentais que existem no Brasil, tipo ir de Porto Alegre à Natal, fiquei somente na região sul.
Então, voltando à sua viagem em grupo, se alguém sonha em conhecer Roma, por exemplo, e outro sonha com Bruxelas, vai ser difícil acomodar todos os sonhos numa viagem confortável.

Reunião-Sobral-520x265

Meu conselho é: reúna todos os sonhos, estabeleça o tempo de viagem e consulte um mapa. Eu costumo usar o Google Earth, um aplicativo super útil, não só para ver localização, mas também para calcular as distâncias no “obter rotas”.
Com estas informações na mão, você vai precisar negociar os sonhos de todos e alguns, por causa da distância serão difíceis de acomodar na mesma viagem e talvez precisem ser adiados ou trocados por outros.
Lembre-se que dia de deslocamento e de chegada em hotel, não pode ser considerado como “conhecendo a cidade”, capriche nesse cálculo.

Quando você compra um pacote turístico, ele vem montado com passeios mais “corridos”, do que se você viajasse por conta própria, mas esse padrão não vai funcionar para sua “viagem solo”. Note que as agências já conhecem os lugares, caminhos, estradas, cidades e hotéis e levam um tempo muito mais curto nos deslocamentos. Além de muito frequentemente acontecer de passarem “voando” por muitas atrações, num tempo que você gostaria que fosse maior.
Outro detalhe: em pacotes, os deslocamentos são feitos de ônibus e se você estiver por conta própria, seu deslocamento vai ser de carro(e você demora mais se perdendo),trem ou avião o que inclui mais tempo de espera.

DSC03492
Mapas são meus companheiros de viagens constantes.

Se você viajar sozinho ( ou com seu parceiro), pode ter mais flexibilidade de tempo e escolhas e se fizer uma escolha equivocada ou calcular mal o temo, pode compensar mais tarde.

trip-1050x500
Na minha experiência, não faço mais deslocamento de carro de mais de 5 hrs até o próximo destino. Já fiz e chegamos moídos e irritados. Não vale à pena.Além do mais, quando viajo por conta própria, gosto de chegar no próximo destino antes de anoitecer, porque mesmo com GPS, a procura à noite  é mais complicada
No próximo post, vou fazer um resumão de tudo para facilitar, ok?
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s