Grana!

dinheirama-investir-dolar

É amigo leitor, hoje vamos falar de dinheiro, bufunfa, money ou como você quiser chamar, o nosso “facilitador”. Chamo assim, porque pra mim, dinheiro sempre foi o meio e nunca o objetivo, serve para proporcionar e gosto de pensar que aprendi o meu jeito de lidar com ele.

292

Mas vamos deixar de filosofia para que eu possa te contar como uso o dinheiro em minhas viagens.

Não sou uma expert no assunto, então não espere grandes sacadas ou malabarismos financeiros, vou passar aqui o que costumo fazer que dá certo, ok?

midia-indoor-dolar-nota-dinheiro-banco-conta-emprestimo-bolsa-queda-crescimento-verde-economia-negocio-cem-lucro-papel-renda-exterior-riqueza-estados-unidos-eua-valor-1269985442944_956x5

Bom, primeiro não costumo viajar com muito dinheiro em espécie, tenho medo de me arriscar. Também, não uso cartões pré-pagos, porque já vi muita gente se enrolar para saber o saldo ou com problemas de aceitação.

carteira-viagem

 Para ser prática, quando vou viajar, costumo “limpar” toda a minha carteira de coisas e documentos desnecessários. Deixo somente os cartões de crédito, débito, algumas notas em reais e outras na moeda do destino que meu marido me dá, porque é ele que cuida da grana, tipo: quanto vamos levar, onde e quanto cada um leva.
Nosso critério com o dinheiro em espécie: é levamos mais, somente se pudermos trazer de volta o que sobrar, como por exemplo, se formos a países que usam Dólar ou Euros, porque essas moedas sempre valorizam e ainda posso guardar para a próxima viagem. Em cruzeiros, o critério é o mesmo. Com ainda um detalhe: se no final do cruzeiro eu achar que estou voltando com mais dinheiro do que tinha planejado, uso-o para pagar a conta em espécie e usar menos o cartão.

 Normalmente, pagamos os hotéis com cartão, e para os extras e alimentação, usamos em espécie
Se vamos viajar para fazer compras (tipo EUA), levamos sempre mais em espécie, até para ter um limite bem definido.

aventura

Quando o destino é um país cuja a moeda não é muito interessante ou “reaproveitável”, como África do sul,  ou Leste Europeu, ou países Asiáticos ou até mesmo pesos Sul Americanos, levamos o mínimo necessário trocado, e houver necessidade de mais, sacamos no débito em caixas automáticos no país visitado.

dinheiro.garota

O cartão de débito é nosso queridinho, porque nos permite sacar no exterior, (sempre deixamos saldo na conta) na moeda local, o valor que precisamos sem necessidade de carregar muito em espécie.  Nos ajudou muito no leste Europeu, porque lá cada país tem sua própria moeda e como você troca de país muito rapidamente, corre o risco de ficar com dinheiro não reaproveitável no bolso. Com o cartão de débito você saca somente o que vai precisar.

thinkstockphotos-497840054-e1493905598410

Se você tem um cartão de débito que tem no verso a rede PLUS, você poderá sacar no exterior sem pagar 6% de IOF e sem juros. O mesmo não acontece com cartão de crédito que cobrará juros se você sacar e IOF nas contas pagas com ele.
Por falar em cartão de crédito, levamos cada um,(maridão e eu) dois cartões de duas bandeiras diferentes e na agenda do celular o número do telefone para cancelar se formos roubados.  Já passei por esse aperto e acredite, isso é muito importante.
Por último mas não menos importante, é como carregamos o dinheiro em espécie: durante o aéreo, meu marido carrega a maior parte do dinheiro na cintura, naquelas bolsinhas que as lojas de câmbio fornecem. Uma pequena parte vai na minha bolsa de mão junto com os passaportes, e outra vai com ele na carteira junto com as cópias doa passaportes.
Quando chegamos ao nosso destino, o dinheiro grosso e os passaportes originais vão para o cofre junto com os vouchers de viagens. Se no destino não houver cofre, deixo essas coisas na minha mala porque ela tem um fecho muito seguro.

969

Então, querido(a) leitor, não tem muito segredo, mas são esses pequenos detalhes que se você não prestar atenção, podem estragar sua viagem. E se você tiver alguma dúvida, entre em contato e se eu puder ou souber, te ajudo. Afinal tô aqui pra isso, né?
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s