Roma belíssima!

IMG_0455

E já que estamos falando sobre grandes capitais da Europa, vamos agora falar da deliciosa Roma.
A cidade eterna, a belíssima, a histórica, a religiosa é pra mim, uma das mais queridas da Europa. Adoro passear a pé, por suas ruelas que de repente se abrem em antiquíssimas piazzas, ou maravilhosas igrejas. Encontrar freiras e padres o tempo todo andando atrasados, para alguma missa, sentar em qualquer restaurante chinfrim e comer uma inesquecível pasta, ou parar numa esquina e tomar o melhor gelatto do mundo.

DSC02137

Roma é assim, uma bagunça eterna, com um trânsito barulhento e caótico que combina maravilhosamente com o jeito de ser do romanos. Mas não se engane, eles, os romanos, são diferentes do resto dos italianos. São em geral mais modernos e urbanos mas ainda conservam aquele jeito de levar a vida com leveza como todos os patrícios.

Nunca escondi de ninguém que a Itália é meu pais preferido, e você logo nota meu encantamento sempre que escrevo sobre ela. Adoraria morar lá, mas não em Roma. Não que eu não goste de Roma, pois adoro todas as diferentes na Itália, mas gostaria de morar no interior, onde a vida corre menos.
Roma é agitada, e deliciosa para visitar. Já estive lá algumas vezes, e sempre acho coisas diferentes, sempre me encanto, sempre engordo. Parece que quando você chega na cidade, desliga a chave da preocupação, e embarca na “vibe” italiana.
Sinceramente, nem sei por onde começar, para dar dicas sobre a cidade, pois falar das atrações turísticas, é quase uma redundância (tipo chover no molhado) . São tantas, e tão famosas, que se você se interessa por viagens, com certeza já deve ter lido muito a respeito.

Então, acho que ou começar pelas “roubadas” que você pode evitar.

Hotéis.
Não é fácil nem barato se hospedar em Roma. Aliás, se for barato, fuja porque é roubada com certeza. Procure um hotel no centro, porque também não é fácil se deslocar na cidade, mas preste muita atenção. Mesmo no Booking, fique mais atenta aos comentários dos hóspedes, do que as fotos. Os italianos são “espertinhos” e nem sempre as fotos correspondem a realidade. Eu mesma já fiquei num Hotel Gabriele, que era uma enorme roubada. Então posso aconselhar que, se você não pode pagar hotéis de rede, mais caros, pode tentar um Bed and Breakfast (MyNavona) na Piazza Navona (ótima localização), que é legal. Fique muito atento.

Transporte
Roma não tem muitas linhas de metrô, pois lembre-se que existe outra cidade abaixo da Roma moderna, mas tem algumas poucas linhas de trem que levam a bairros mais afastados e ao Vaticano. Fora isso, pegue m táxi e reze para chegar inteiro( kkkkk), e ande à pé! Essa é a razão pela qual vale à pena investir em um hotel bem localizado. Mas não se decepcione, porque andar sem pressa pelas ruas de Roma é o melhor programa da cidade! Escolha uma direção por dia, e esqueça do relógio.

As filas.
Roma está sempre ceia de turistas, talvez tanto quanto Paris. Não conheço as estatísticas, mas em Roma, além dos turistas naturalmente interessados pela cidade, ainda tem os turistas religiosos. A cidade é a meca dos católicos, por causa do Vaticano, e isso implica em longas filas, em quase todas as atrações, mas principalmente no país do Papa. Mas não tem jeito, se você quiser conhecer a capela Sistina e a Basílica de São Pedro, ( valem muito à pena) vai ter que enfrentar filas enormes.  Precisa de paciência, porque para ver a capela Sistina, você precisa entrar na fila do museu do Vaticano, pois a capela é a parte final do tour do museu, e depois vai ter que enfrentar a fila na Piazza São Pedro para entrar na Basílica. Isso vai consumir 1 dia inteiro, mas vai valer a pena, vai por mim. Eu tenho uma dica que pode diminuir o tempo de espera nas filas: existe uma passagem direta entre a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro, mas essa passagem só está disponível para tour guiados, comprados com antecedência. Então, talvez seja uma boa ideia você comprar um tour para visitar o Vaticano. Acredite, isso vai fazer muita diferença, quando você estiver horas esperando nas filas.

Caminhar é preciso.
Você vai caminhar muito em Roma e deve se preparar para isso. Sapatos confortáveis são imprescindíveis, e muita disposição. Porque como já falei lá em cima, esse é o barato de Roma, bater pernas. Conhecer as praças, os monumentos, e curtir.

Proibido é proibido.
Então, não tem “jeitinho” em Roma. Em alguns lugares históricos, as regras para visitação são rígidas, como por exemplo no Monumento Vittório Emanuelle, é proibido sentar nas suas lindas escadarias frontais, em mármore branco, e se você se atrever, vai escutar muitos gritos dos guardas, como já vi algumas vezes.
A Capela Sistina, é cuidada pela guarda suíça do Vaticano, são aqueles que usam as roupas alaranjadas bem esquisitas, pois bem, é terminantemente proibido fotografar na Capela Sistina e se você tentar, vai conhecer a fúria da guarda suíça. Eles gritam pra valer envergonhando quem não sabe seguir as regras. Acredite, eles não são nada gentis.  Tente conhecer e seguir as regras do que você está visitando para não passar vergonha, ok?

DSC02116
Vamos deixar para falar mais de Roma no próximo post, mas não perca, porque Roma é uma delícia e você não vai querer ficar de fora.
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s