Paris é sempre uma boa ideia!

paris

Nesta semana, soube que uma grande amiga minha vai viajar à Paris, é sua primeira vez e ela está obviamente muito animada, então resolvi escrever esse post em homenagem a ela e pensando em ajudar a todos que como ela irão pela primeira vez à cidade luz! Então, voilá!
Paris é uma cidade maravilhosa, elegante como os parisienses, animada, e encanta já na primeira visita.  Você vai se apaixonar e querer voltar sempre. Mas acho importante antes de falar das lindas atrações da cidade, passar algumas dicas importantes, principalmente sobre como você se localizar, porque Paris é uma cidade diferente e você vai aproveitar melhor se “se achar” lá.
Em todas as estações do ano, em todos os lugares, você vai sempre esbarrar em uma multidão de turistas em Paris, então, vai precisar saber algumas dicas para curtir melhor a cidade. Claro que no inverno (novembro, dezembro e janeiro), a cidade não fica tão cheia, mas tem a desvantagem de ser gelada e frequentemente coberta de neve. E acredite, neve é legal em cartão postal, ao vivo e a cores, não é tão bom e romântico quanto parece.
Agora vamos conhecer e entender o “jeito parisiense” de ser.

mapa-turistico-paris.pjpeg

-A cidade é cortada pelo rio Sena de norte a sul, e o rio bem no centro se abre formando duas ilhas, uma atrás da outra. A primeira chama-se Ile de la Cité onde fica a magnífica Notre Dame, e atrás dela, ligada por uma ponte fica a Ile St Louis. As duas ficam no meio do rio Sena, que logo depois se une e forma um único curso novamente.

cruzeiro-paris.pjpeg

-Os parisienses usam o rio como referência de localização, então aprenda que, se você ficar em  frente a Notre Dame,(a igreja que fica no centro do rio e no centro da cidade)  e  virar-se de costas para a igreja, você terá na sua frente e às suas costas o rio Sena, e a Paris do seu lado esquerdo chama-se rive gauche , logo, a Paris do seu lado direito chama-se rive droite.
Deu para entender? Isso é muito importante, porque sempre que indicarem algum endereço pra você no fim da informação virá rive gauche ou rive droite, que indica para que lado do rio Sena que você deve se dirigir.

mapa paris

-Outra peculiaridade de localização em Paris são os arrondissements, os  distritos em que a cidade se divide. Funciona da seguinte maneira: imagine o mapa da cidade de uma forma  arredondada, onde o miolo da “bola” é o Museu do Louvre, bem no centro. Pois bem, a cidade vai se dividindo em fatias ou níveis, à partir do centro, e essa divisões são os distritos que recebem um número. Assim, o Louvre fica no 1º arrondissemnt, e daí por diante, os números vão aumentando, conforme você se afasta do Louvre (centro). Os arrondissements bem centrais são os 1,2,3,4,5,6,7 e 8º e isso ajuda muito quando você estiver procurando um hotel.  Além disso, os parisienses costumam chamar um bairro de quartier e uma quadra de quai.

mapa bairros paris

-Bom, a essa altura, você já começou a entender um pouco Paris, mas ainda tem os bairros famosos que ficam nos arrondissements. Já falamos dos dois mais centrais, Ile de la cité e Ila St Louis. Além deles, os mais centrais na rive gauche são: o Quartier Latin, o Invalides e Torre Eiffel, o  St- Germaine-des-Prês, o Luxembourg e o Montparnasse. Na rive droite tem o Marais, o Tuilleries, o Champs-Elysées, o Chaillot, o Operá e mais afastado o Montmartre.  Vamos falar mais à frente de cada um deles. Parece difícil, mas com essas informações básicas, e um mapa da cidade que você deve comprar na primeira oportunidade, você vai se virar bem. Se não entendeu ainda, releia minhas informações até entender, ok?

-A melhor maneira de você se locomover em Paris, é de metrô. Você já deve ter ouvido isso, e é verdade. É fácil, depois que você pega o jeito.  Vou tentar dar uma ideia de maneira simples: as várias linhas que passam pelos vários bairros tem cores diferentes. Existe em cada estação, um mapa com todas as linhas coloridas e você escolhe a linha que passa onde você quer ir. Cada linha tem dois sentidos (ida e volta), como saber se o trem está indo ou voltando? Verifique qual a ULTIMA estação da cor que você quer o seguir.  O nome dela estará na plataforma que você embarca. Então, o sentido do trem é sempre indicado pelo nome da última estação. Os tickets, você compra por dia, em qualquer estação, vale mais à pena.

Uma dica importante, até separei o parágrafo para chamar sua atenção: existem muitas gangs de assaltantes no metrô! São crianças, grávidas, enfim gente que não desperta desconfiança, e são muito hábeis. Batem sua carteira e você nem sente! Meu marido já foi roubado usando uma “capanga” ( lembra dela?) frontal. Estávamos em 4 pessoas e ninguém viu nada! Fique muito ligado!!!
Esqueça o Sightseeing (ônibus de turismo) em Paris. Não é uma boa opção, porque o trânsito é muito difícil e uma volta no ônibus, leva quase o dia inteiro.

-Existem em Paris, algumas estações de trem, que chamam de Gare. Essas estações em geral  são muito bonitas e pontos estratégicos para você se locomover, pois além de ter metrô,  tem também alguns outros trem de alta velocidade que levam a outras atrações fora de Paris.
As mais importantes são: Gare du Nord, Gare de L’est, Gare St Lazare, Gare Montparnase e Gare de Lyon. Se hospedar perto de uma Gare é uma ótima ideia e vai facilitar muito sua estadia na cidade luz.
-Você já deve ter ouvido falar que os parisienses são grosseiros e os garçons muito rudes, bobagem. Nunca fui maltratada em Paris, ou presenciei alguma grosseria.  A única coisa que realmente acontece, é que parisienses não gostam de falar inglês, e não falam. Nem para ajudar turistas. E seus cardápios, placas e informações, são todos em francês, mas se você pedir ajuda dizendo que fala português, ele tentam lhe ajudar. Até o Louvre, o maior museu do mundo, não tem placas informativas em inglês, ou pelo menos, não tinha quando visitei.

toldos para bar 02

-Parisienses adoram sentar-se nas mesinhas ao ar livre nos bares e restaurantes para “assistir” o mundo. É muito curioso, mas você vai perceber que todas as cadeiras estarão viradas para as ruas, como se fossem uma arquibancada, e é assim que ele sentam para bebericar e fumar.

Antes de terminar esse post com dicas de Paris, ainda preciso falar sobre seu aeroporto: Charles de Gaulle. É nele que você vai desembarcar chegando do Brasil, e não quero te desanimar, mas é o maior, mais confuso e difícil aeroporto que já conheci. Não perca o sono pensando nisso, afinal, todos que visitam Paris, sobrevivem ao Charles de Gaulle, mas prepare-se para passar alguns apertos.
Lá poucas placas estão em inglês, e no Turism Information, conheci uma garota que não sabia falar a letra A em inglês, já pensou? Você vai andar muito procurando sua porta, seja de saída ou entrada então, reserve bastante tempo para isso. Se você estiver viajando com Airfrance, ainda vai acabar caindo no terminal principal, onde as coisas ficam mais fáceis, mas se estiver viajando com empresas aéres brasileiras, prepare-se para andar muito, pois elas ficam bem deslocadas. Enfim, reserve bastante tempo para o Charles de Gaulle, porque você vai precisar.

DSC00820
Com essas informações, você já pode ter uma pequena ideia de Paris, no próximo post, vamos falar sobre algumas de suas atrações que são imperdíveis. Aguarde, que você vai adorar.
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s