Andaluzia, Olé!

Parte II

flamenco2

Córdoba

Depois que você mergulhou da alma Andaluz, em Sevilha, meu conselho é ficar mais um dia e alugar um carro para visitar Córdoba. É rapidinho (perto de 150 Km), um bate volta de um dia que vale à pena para conhecer a grande mesquita.
Córdoba é uma cidade menor que Sevilha (cerca de 300 mil habitantes) construída tal como Sevilha às margens do rio Guadalquivir,  e também como Sevilha com forte influência moura.
Seu centro histórico, também é Patrimônio da Humanidade e concentra-se ao redor da mesquita-catedral.

Alcazar-de-los-Reyes-Cristianos-Cordoba-Espanha

Aliás, todas as atrações interessantes de Córdoba, concentram-se ao redor da mesquita, e essa é a razão que possibilita visitar a cidade em 1 dia, tudo fica perto. Antes de entrar na mesquita e se perder entre as suas numerosas colunas, visite o Alcazar dos Reis , chamado assim, por ter sido a fortaleza preferida dos reis católicos Isabel e Fernando, depois que eles conquistaram a cidade expulsando os mouros. A arquitetura tipicamente moura, com lindos jardins, é deslumbrante.

4575103490_2fb0193afe_b

Também  antes de entrar na Mesquita, visite a “Juderia”, o bairro judeu  vizinho da mesquita, onde é fácil perceber como existia harmonia entre as diferentes religiões  em Córdoba.   Suas casinhas pintadas de branco, tem as paredes enfeitadas de flores, num cenário típico da região. Almoce por lá antes de visitar a mesquita, que só abre as 10 horas, e reserve a tarde  inteira para visita-la.

mezquita-cordoba-61336834-istock.jpg_369272544

 Sobre a famosa Mesquita, vou me restringir a poucos dados históricos, porque  não precisa de mais nada. O que você vai ver lá, é absolutamente impressionante! Monumental e belíssima, a Mesquita que hoje em dia é catedral mas que obviamente foi construída como mesquita, é a mais impressionante construção moura além do Alhambra(sobre o qual falaremos a seguir) que jamais conheci. Se você não puder passar muito tempo em Córdoba, visite somente a mesquita, já valerá a pena.
Construída por Abderrahman I em 785, e com impressionantes 850 colunas em arcos é um deslumbre aos olhos e até as desastradas intervenções cristãs no coro tem um grande valor histórico e artísticos.

Ronda

 Depois de conhecer Córdoba, você pode partir em direção a Ronda, que fica à cerca de 100 km de distância de Sevilha e neste caso você tem 2 opçoes:
A primeira e mais interessante, pra mim, você gasta o dia todo na viagem aproveitando para conhecer os Pueblos Brancos, que são pequenos povoados construídos nas encostas rochosas, com as casinhas pintadas de branco e chega a Ronda à noite e pernoita.

 

A segunda opção é esquecer os Pueblos Brancos, ir direto a Ronda, passar o dia lá e partir em direção a Granada que é pertinho (180 km) e cuja visita, vai exigir pelo menos um pernoite.

 

Ronda é uma cidade pequena, quase um vilarejo  (72 mil habitantes), construída em cima de uma rocha à 700 metros acima do nível do mar, é indescritível! Quando você começa a subir em direção à cidade, já passa a se deslumbrar com o visual que fica melhor ainda lá de cima. A ponte que construíram sobre um desfiladeiro, impressiona qualquer um e faz de Ronda uma visita obrigatória.

Granada.

A última cidade andaluz de que vamos falar, é a casa do Alhambra e só por isso, já vale a visita à Andaluzia.

Granada é uma cidade de médio porte e como muitas na Andaluzia, foi construída pelos mouros e tomada pelos cristãos. Na verdade esta foi a última cidade moura conquistada pelos reis católicos (Isabel e Fernando), porque era muito fortalecida de muralhas, principalmente ao redor do complexo Alhambra, um conjunto de palácios onde morava o califa.
O bairro de Albacín, de forte influência moura, é uma atração turística muito procurada e deve ser sua preferência de hospedagem se você quiser sentir-se como um autêntico andaluz.
Você vai gastar 1 dia inteiro para visitar o Alhambra, então, se quiser que sobre um tempinho para conhecer Granada, e fazer lindas fotos nos belvederes ao redor dele, faca pelo menos 1 pernoite na cidade.
Além disso, Granada fica pertinho de Sierra Nevada (41 Km), uma linda estação de esqui, que mesmo no verão, vale a visita.

O Alhambra.

photo-Alhambra-palace-Spain-pics-hh_dp21832522

O Alhambra, que na verdade é A Alhambra, é um rico complexo palaciano e fortaleza onde morava o monarca da Dinastia Nasrida e a corte do Reino de Granada. O seu grande atrativo, como em outras obras muçulmanas da época, são os interiores cuja decoração representa o máximo da arte islâmica.
Alhambra em árabe, é Al Hamra, que significa A vermelha, chamado assim provavelmente pelos cor dos tijolos de taipa secos ao sol de que são feitas as muralhas exteriores.

 

Fazem parte do complexo, lindas construções, que você não pode deixar de visitar, como O Generalife, Palácio Carlos V, Jardins, Fortaleza Alcazaba, Palácios Nasridas  e é um daqueles tipos de passeios que requerem providências prévias. O número de visitantes é limitado, então para não correr o risco de perder a viagem, (ou você pode se arriscar e comparar na hora), aconselho reservar sua entrada na internet. Não é difícil se você seguir minhas dicas:
-A venda é feita pelo Ticketmaster
-Reserve um passeio diurno ( existe noturno também), chamado no site de Alhambra General, onde você vai conhecer todo o complexo. Existe a opção de comprar só para o Generalife, Jardins, e Alcazaba, mas neste caso você perderia o Palácio das Nasrida, que é o mais lindo de todos.
-Você clica em “comprar” e na página seguinte, aparecem as datas disponíveis.
-Em seguida você escolhe o período da visita e o número dos ingressos. Atenção: neste momento você precisa escolher também o horário de visita ao Palácio das Nasridas. Escolha sempre essa visita por último, com uma certa folga, porque os Nasrida ficam a 15 minutos de caminhada e são o ponto alto da visita ao Alhambra.
-Confira tudo antes de fechar a venda
-Escreva seus dados e de seu cartão de crédito. Use um cartão que esteja válido no dia da sua visita, porque você vai precisar dele para retirar seus ingressos.
-Clique em “comprar entradas” para efetuar o pagamento
-A confirmação chegará no e mail fornecido.
-Chegando no Alhambra, siga as placas ”Recogida de reservas com tarjetas”, elas vão leva-lo a sala de máquinas de auto atendimento.
-Na máquina, é só você colocar seu cartão de crédito, e a máquina reconhece sua compra, imprime e entrega suas entradas.
-Com ingressos na mão, você espera SUA HORA de visita.
Como já falei lá atrás, se você quiser arriscar e comprar na hora o seu ingresso, pelo menos chegue cedo, para evitar as filas, ok? A bilheteria abre as 08:00 da manhã.
Amigo leitor, prepare-se para se deslumbrar com o Alhambra. É fascinante!  Como toda a Andaluzia. É nela que você encontra uma Espanha arrebatadora, como se espera desse país “caliente”. Tão cativante que depois de tantos aos passados, ela ainda me faz suspirar!
Bye!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s